HOME SOBRE CONTATO ANUNCIE


[Resenha] Ligeiramente Casados- Mary Bologh

Ligeiramente CasadosTítulo: Ligeiramente Casados 
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2014
Classificação: 4/5
Sinopse:  À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.
Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...
Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página. 

Resenha: Em "Ligeiramente Casados", a autora Mary Balogh cria um romance de época encantador ao provar que o amor pode nascer com o tempo. O enredo gira em torno de uma promessa que não pode ser quebrada gerando mudanças drásticas: um casamento por conveniência.

  

Ao ver o capitão Percival Morris à beira da morte, o coronel Aidan Bedwyn faz uma promessa que iria mudar completamente sua vida. O jovem rapaz tinha uma irmã que ficaria desamparada após sua morte, então o coronel garante tomar todas as providências possíveis para protegê-la sem ao menos imaginar o que isso significaria para sua vida.

Aidan volta imediatamente para a Inglaterra e procura por Eve Morris, descobrindo nela uma mulher simples e com um coração enorme. Porém, sem o pai e irmão ela estaria sujeita a perder o Solar Ringwood que seria passado para seu primo, o herdeiro mais próximo na linhagem. Agora a única solução para evitar que isso acontecesse seria se casar e é claro que o lorde Aidan logo percebe isso. O instinto de honra e o dever de cumprir sua promessa fala mais alto e ele a pede em casamento numa tentativa de salvar sua fortuna e proteger a jovem dama. Em meio ao sofrimento de perder o querido irmão, Eve aceita o pedido sabendo que nada mais poderia ser feito.

“Não acredito no amor romântico. Acho que não passa de uma forma suave de se referir ao apetite sexual, no caso dos homens, e ao desejo de ter segurança e um lar, no caso das mulheres. Mas acredito firmemente em lealdade e afeição familiar.”

Logo após o casório, Aidan Bedwyn garante à Eve que o casamento seria real apenas no papel. Ele voltaria para os campos de batalha e ela continuaria sua vida normalmente como se nada tivesse acontecido. Isso de fato acontece, mas dura poucos dias. Ao tomar conhecimento do ocorrido, o duque Bewcastle, irmão mais velho de Aidan, exige que o casamento seja reconhecido publicamente e é a partir desse momento que o romance ganha mais emoção.


A leitura de “Ligeiramente Casados” foi bem rápida e fluida, mas confesso que não foi meu romance de época favorito. Não consegui me envolver completamente com a história e acredito que isso aconteceu por eu ter demorado a simpatizar com o protagonista. Ele é o típico cavalheiro, correto e justo, mas sua falta de sensibilidade e rigidez excessiva me repeliram em grande parte da leitura. No entanto, com o passar das páginas vamos descobrindo o motivo para tal aridez e temos a oportunidade de conhecê-lo e é nesse momento que o livro ganha um toque mais leve a medida que vamos acompanhado o nascimento do amor entre Eve e Aidan. De mundos muito distantes, os protagonistas provam que o amor pode chegar devagar, sem pressa alguma, e ainda assim se tornar o tudo em sua vida.

Além do romance, preciso destacar os personagens secundários cativantes que a autora criou. Os irmãos Bedwyn são uma explosão juntos, todos com temperamentos fortes e personalidades bem definidas. Outro ponto que preciso destacar é o carinho que os trabalhadores do Solar Ringwood têm por Eve. Ela tem um coração enorme e sempre tenta ajudar as pessoas, mesmo que para isso ela precise contratá-las para trabalhar em sua casa. 

“(...) Talvez o presente fosse tudo o que importava. Talvez fosse tudo o que qualquer um pudesse esperar. Talvez o amanhã fosse uma ilusão que nunca chegasse”.

“Ligeiramente Casados” é uma boa dica de leitura para os fãs de romance de época e para aqueles que gostam de romances entre personagens que se descobrem aos poucos. Ele é o primeiro livro da série Os Bedwyns, publicado no Brasil pela editora Arqueiro, que ainda conta com mais 5 livros. Leia e descubra o resultado do contraste entre a doçura de Eve e a rigidez de Aidan! 

“– Existe algo infinitamente melhor do que felizes para sempre. Há a felicidade. Que é algo vivo, dinâmico, Eve, e tem que ser cuidada a cada momento pelo resto de nossas vidas. É uma perspectiva muito mais empolgante do que a ideia tola e estática de um felizes para sempre. Não concorda?”

Sobre a série...

Livros publicados pela editora Arqueiro, até o momento.


12 comentários:

  1. Amiga muitas pessoas passaram o mesmo que vc enquanto liam essa história; mas comigo foi diferente gostei tanto da história e dos personagens desde o início que esse acabou sendo um dos romances de época que mais gosto e tenho um carinho especial por essa série. Amei saber sua opinião e que bom que vc foi se apegando aos poucos a história e no final achou que valeu a pena ler. Beijos e amei a resenha!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Line!
      Eu lembro da sua resenha positiva sobre ele! ^^
      Obrigada, querida!!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi, Bah

    Eu tenho esse livro, mas ainda não li. Eu tenho ficado cada vez mais apaixonada por romances de época! Tenho mais quatro pra eler, esse, o terceiro e o quarto da série Os Bridgertons e O Príncipe dos Camalhas, depois tenho que comprar mais! Hahahha
    Espero que vc venha no encontro de romances de época!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami!
      Não pude ir ao encontro, mas espero que eles façam o clube do livro. Assim ficará mais fácil para eu ir.. :D
      Também sou apaixonada por romances de época e a escrita da Mary é maravilhosa!
      Beijos

      Excluir
  3. Oi amiga!
    Então, você sabe né, eu sou daquela que até gosta de romances de época mas não os lê muito, rs. Agora, com a nova parceria, vou começar a mudar isso, e já pedi um livro que acredito que irei gostar muito, O Príncipe dos Canalhas! Ligeiramente Casados, porém, também parece bem legal, e acredito que eu não teria problemas em gostar dos personagens, já que, afinal, eles mudam com o passar das páginas, rs.
    Quero ler a resenha dos próximos para saber se você continuará gostando da série ;) Espero que sim!
    Adorei a resenha!
    Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re!
      Sim, eu sei haha. Eles mudam sim, mas até lá... haha
      Vou trazer semana que vem a resenha do segundo volume, tá?
      Beijoss

      Excluir
  4. Oi Bahzinha, tudo bem? Livros que trazem o amor sendo construído aos poucos, são os melhores. Não gosto muito daqueles romances que acontecem do nada, sabe? Mesmo esse sendo o pouco menos comentado da série, tenho vontade de ler.Aliás, tenho vontade de ler todos os romances de época da arqueiro haha.

    Beijo grande!
    http://queremosmaislivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, tudo bem! :)
      São sim e concordo com você. Gosto do envolvimento e de acompanhar o nascimento do amor!
      Então, vamos ler todos?? :D
      Beijos

      Excluir
  5. Olá, Báh!
    Lembro que o primeiro livro que vi da coleção foi "Ligeiramente Maliciosos" e eu pensei que fosse livro único haha Mas depois soube que na verdade aquele era o segundo haha Gostei bastante da trama e notei que em alguns momentos o leitor fica agoniado querendo saber mais. Eu fiquei assim na sua resenha. Uma pena não ter superado expectativas. Espero que goste dos outros ;-)
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nath!
      Vou trazer a resenha do próximo livro semana que vem, mas já adianto que eu amei!!
      Beijos querida

      Excluir
  6. Nossa, eu gostei deles logo de cara kkkkkkkk, apesar de ter achado a leitura um pouco lenta. Mas os sensos de honra nunca foram tão fortes como aqui nesse livro. Eu acabei de ler ligeiramente seduzidos e a autora está se tornando uma queridinha!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Re!
      Sério? Eu demorei um pouquinho rs.
      Vou começar a ler "Ligeiramente Seduzidos" hoje e espero gostar :D
      Beijoss

      Excluir

© Versos e Notas - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.