HOME SOBRE CONTATO ANUNCIE


[Resenha] A Promessa da Rosa- Babi A. Sette

Título: A Promessa Da Rosa 
Autora: Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Páginas: 431 
Ano: 2015
Classificação: 5/5 
Livro Cedido em Parceria com a Autora


Sinopse: Século xix: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Resenha: Uma mocinha muito a frente de seu tempo e sem o dom para ser a típica dama londrina. Um duque aventureiro a procura de uma esposa diferente e especial, que o fizesse feliz. Intrigas, preconceito, remorso, poder e aparências. Quantas tormentas um amor pode suportar? Você conseguiria colocar seu amor acima da opinião alheia?




Uma das coisas que eu mais gosto em romance de época é a beleza da inocência das debutantes, o cortejo, o respeito, o carinho e delicadeza com que as mulheres eram tratadas e, principalmente, o amor verdadeiro que surgia a ponto de transformar os homens rudes e atarefados em meros rapazes bobos apaixonados. No entanto, não é possível fechar os olhos e acreditar que tudo era perfeito. Muito pelo contrário. Essa época foi marcada pelas injustiças sociais, humilhação dos menos favorecidos e pesadas críticas alheias. Viver na sociedade londrina não era uma tarefa nada fácil e manter-se nos “trilhos” era algo essencial para conseguir viver em paz.

A autora Babi A. Sette conseguiu passar tudo isso em A Promessa da Rosa. Além de um romance avassalador, ela deu destaque às desigualdades sociais e ao grande problema da mulher ser submissa aos homens.

“― Essa é a ridícula maneira como são tratadas as mulheres. Como éguas em leilões, como cabras incapazes de pensar por si só. (...) Como seres frágeis que não podem abrir a boca sem que alguém as ordene ou comande. Não comigo, não em minha vida. Não casarei, prefiro o exílio, o convento, a forca, a morte a ser tratada como um bicho incapaz de se orientar. Sou um ser humano e tenho direito de escolher com quem vou dividir meu leito, minha vida.”

O livro é narrado em terceira pessoa e logo no início conhecemos Kathelyn, uma jovem linda, porém geniosa, filha de conde. Ela era contrária a todas, TODAS, as regras da sociedade londrina. Costurar e bordar? Definitivamente não. Ela estava habituada a andar, ou melhor, correr a cavalo, banhar-se no rio, estudar escondido, além de manter amizade com os criados e, é claro, rir muito.


O início da temporada estava prestes a começar e Kathelyn só tinha uma coisa em mente: só se casaria por amor. Quanto mais alto era o status de um nobre, mais odiado ele era por Kathelyn. Ela desejava ser livre, falar e fazer o que lhe fizesse bem e uma vida de submissão não estava em seus planos. Mas, é em um baile de máscaras que ela é surpreendida ao conhecer o homem mais incrível e enigmático, misterioso e charmoso de todos. Quem ele era? Um duque.

A atração é imediata entre eles e depois de quase arruinar sua reputação, Kathelyn consegue fugir do baile sem ao menos saber o nome do lindo “falcão”. Ele, por sua vez, fica com puro ódio ao ser abandonado no jardim “naquele” estado pela mulher que provocou sensações até então nunca sentidas por ele.

“― Não saberia mais viver sem você, nunca soube ― Arthur afirmou. Ela sentiu o peito dele subir e descer em um movimento lento conforme ele tomava o ar, ouvir: ― Eu existia para te amar, antes mesmo de nascer.”

Mas, é claro que o destino faz seu papel e os coloca cara a cara de novo para alegria do duque Arthur e completo pavor da Kathelyn, afinal ele poderia colocar sua vida em risco caso falasse para seu pai, sobre as intimidades que o casal experimentou dias atrás.

E é em meio a diversas reviravoltas que A Promessa da Rosa me conquistou. A partir desse momento eu não conseguia mais largar o livro, pois a curiosidade sempre era maior que o cansaço. A leitura foi mais do que agradável, ela provocou diversas sensações em mim e eu nunca poderia imaginar o rumo que a história teria. Fui surpreendida diversas vezes com as reviravoltas que surgia em minha frente e eu simplesmente não conseguia acreditar em como o destino poderia ser maravilhoso em alguns momentos, mas bem cruel em outros.

“― Eu também não preciso de hipocrisia para ser feliz. Não é ela que nos faz feliz. Mas se a hipocrisia ergue os dentes e lhe esmaga, você acha que pode manter-se em pé? Como você se sentirá quando todos aqueles que conhece lhe vivarem a cara e lhe oferecerem o desprezo a cada passo que dá?”

Me senti amiga da Kathelyn e me diverti muito com ela. É sempre bom conhecer personagens fortes e com personalidade que nos traz ensinamentos de vida. Arthur, por outro lado, provocou um misto de reações em mim. Fiquei irritada com ele diversas vezes, mas procurei entender o rapaz, principalmente seus medos.

Apesar dos clichês desse gênero, posso dizer com toda a certeza que a autora consegue nos surpreender. E não é uma vez, duas, três, quatro....  são diversas vezes!


Foi muito bom acompanhar o amadurecimento dos personagens ao longo das páginas e confesso que meu coração ficou apertado ao ver o rumo dos acontecimentos. Pela primeira vez agradeci por não ter nascido na Inglaterra do século 19 e não precisar estar sujeita as críticas daquela sociedade tão cruel.

A Promessa da Rosa é a prova do talento da Babi! Ela poderia muito bem ser comparada as grandes escritoras de romances de época, pois esta linda obra não perde em nada para as estrangeiras. Fiquei imensamente feliz com a oportunidade de conhecer a escrita fluida e delicada da Babi, além de perceber como uma única obra pode trazer a tona tantos sentimentos em um leitor.

 “― Enquanto houver histórias de amor nascendo e vivendo em nossos corações, todas as rosas cumprirão s sua promessa.”

Um dos meus livros favoritos do ano, da vida!! Quero ler tudo que a autora escrever a partir de agora e fico muitooo feliz em poder dizer que esse livro mais que perfeito é Nacional! Parabéns Babi, pelo excelente trabalho!!

Simplesmente, Leiam!!! Inspire-se na força da Kathelyn. Espelha-se nas mudanças de Arthur. E se deixe encantar por essa linda história de amor!

“― (...) apenas gosto das rosas.― Das vermelhas?― De todas, mas as vermelhas me atraem.― Atraem?― É claro.― Claro?― O vermelho do sangue, que é vida. O vermelho do coração que é para mim como uma rosa.― É mesmo?
― Feche o coração e privará o mundo da beleza de sua essência.”




38 comentários:

  1. Oi Bárbara como você esta?
    Este romance parece bem interessante confesso
    que fiquei curioso para saber como está história
    termina, e pelo fato do livro ser em terceira pessoa
    deve ser bem evolvente. Parabéns pela resenha e
    pela parceria, fiquei realmente curioso e vou procurar
    o ebook.

    http://conversandocomolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wallace, tudo bem!
      Obrigada!! Espero que você goste.
      Abraços

      Excluir
  2. Bá, que coisa mais linda, fico feliz que tenha gostado tanto assim do livro!
    Sempre que falam em romance de época, penso em clichê. e, claro, Jane Austen. Parece que não existe romance de época sem uma moça que pense a frente do seu tempo, mas fico feliz que A Promessa tenha todas essas surpresas para contrabalancear.
    Também não gostei muito do fato de ele se passar em Londres. Gente, porque mais autores não escrevem romances de época ambientados no Brasil? Isso ia ser legal de se ver.
    Mas, isso pouco importa se a história se a história for tão boa quanto você diz! Parabéns pela resenha amiga ^-^
    Beijos,

    lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re querida!
      Eu gostei muito mesmo viu!! :D
      Essa questão de ser ambientado em Londres eu não vejo problema não, mas acho que isso tem a ver com minha ligação com a Jane Austen ^^
      No entanto, esqueci de dizer que em "A Promessa da Rosa" nós temos uma variação de cenário que intercala entre Londres e Paris. Achei isso muito bacana!
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu não sou muito fã de romances de época, mas sempre fico curiosa quando leio uma resenha com a sua, fiquei interessada em conhecer a protagonista.

    http://sobremimemeumundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que a resenha conseguiu despertar seu interesse!
      Espero que goste da leitura ^^
      Beijos

      Excluir
  4. Oiii Bahhhh! Menina eu quero ler esse livro, quero mais ainda depois da sua resenha. Q doce!
    <3
    Essa capa é linda d+!

    Diego, Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Di!!
      Eu sei que você não está muito familiarizado com romances de época, mas acho que você vai adorar este livro. Ele é incrível!!! *----*
      Beijos

      Excluir
  5. Confesso que nunca tinha parado para ler uma resenha desse livro, Bah, apesar de já ter visto bastante essa capa por aí.
    Romances de época não são muito o meu forte, mas com a sua resenha percebi que essa leitura vai muito além disso. Personagens fortes. Gosto disso.
    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mah!!
      Ahh, dê uma chance, acho que você vai gostar. A Kathelyn é uma personagem muito forte e eu adorei ter a oportunidade de conhecê-la. Fiquei desejando ter a mesma força dela. :)
      Beijos

      Excluir
  6. Olá, Bárbara.
    Babi realmente é uma escritora incrível. Consegue envolver mesmo até quem não é fã de romance de época.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Eu amei a escrita da Babi e não vejo a hora de ler mais obras da autora!!! :D
      Beijos!

      Excluir
  7. Olá, Bárbara! Nunca havia ouvido falar desse livro, mas só lendo a sinopse eu me empolguei consideravelmente, haha. Adorei o tempo em que se passa e o fato da protagonista ser meio rebelde, vamos dizer assim. Vou adicioná-lo na minha lista para ler o quanto antes, pois fiquei realmente curiosa com a resenha. Beijos!

    The Blue Blog, por Hels

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado!! Também gosto dessas personagens "rebeldes" e a Kathelyn é o exemplo perfeito rs.
      Beijos

      Excluir
  8. Oi, Bah

    Se antes esse livro já chamava minha atenção pela capa, agora que conheço um pouco mais a sua história eu posso te dizer que lerei com certeza! ♥
    O fato dela ter abordado um outro país e não o nosso me incomoda um pouco, afinal, é nacional, né? E o nosso país antigamente também era muito cruel com as mulheres. Mas vou ler e tirar minhas conclusões. Mas acho que vou gostar bastante! :)

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami!!
      Acho que seria interessante sim, caso ele fosse ambientado no Brasil. No entanto, isso não diminui em nada a qualidade da obra. Indico de olhos fechados!!! :D
      Beijos!

      Excluir
  9. Olá Bah!
    O livro já me ganhou pela capa *-* É maravilhosa! Amei amei amei! Que história incrível! Adoro romances de época e ainda mais uma protagonista que vai contra as regras! Amei tudo! Com certeza lerei haha Amei sua resenha! Me deu ainda mais gás para ler haha
    Beijos, Nathália
    https://livrosdagarotavermelha.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nath!!
      Ah querida, obrigada!!! Espero que a leitura te encante viu. Acredito que você vai adorar ^^
      Beijos!

      Excluir
  10. Nossa amiga que resenha linda e caprichada. Parabéns pela leitura e pelo texto bem escrito e que consegue deixar o leitor mega curioso para conhecer essa história e seus personagens. Você já sabe que sou louca para ter e ler os livros dessa autora, mas ainda não tive a oportunidade, mas a terei em breve.
    Também sou louca por romances de época, mesmo tendo a consciência dos problemas da época (em todas existiram e existem afinal). Já imaginava que a autora tinha feito uma mega pesquisa para escrever esse livro e fico feliz ao saber que tudo que ela escreve é bem estruturado e fundamentado.
    Enfim valeu por mais uma dica de nacional de qualidade. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Line!!
      Obrigada querida :) Eu fiquei com medo de não conseguir transmitir na resenha o quanto a obra me agradou. Gostei muito mesmo e acho que você vai adorar :)
      Beijos!

      Excluir
  11. Ahhh, que legal! Nunca li um romance de época, admito, mas pretendo começar pela série da Família Bridgerton. Se eu gostar, quem sabe eu dê uma chance a esse? Que, aliás, tem uma capa linda!

    Abraços,

    Alfrêdo
    http://www.paginou.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alfrêdo!
      A série Os Bridgertons é uma das minhas queridinhas e acho que você vai gostar. A Promessa da Rosa é incrível e indica para todos, inclusive para os fãs de Julia Quinn.
      Espero que você goste!
      Abraços

      Excluir
  12. Oi, Bah! Tudo bem?
    Moça, eu já tinha vontade ler algum livro da Babi e agora estou surtando para lê-lo! Sua resenha me fez ansiar pela leitura do livro! Eu não leio tantos romances de época, mas concordo com o que você disse, é muito interessante você ler sobre a inocência do cortejo e infelizmente da injustiças sociais. Adorei sua resenha.
    Beijos!
    apenasumaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari!! Tudo bem :)
      Que bom que você gostou!! Espero que se encante pela obra ^^
      Beijos!

      Excluir
  13. Olá já li alguns livros nesse estilo, confesso que uns não me cativaram tanto, vou por esse na minha lista fiquei curiosa, bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste Yuu! *---*
      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  14. Oi Bá, tudo bem? Eu já sabia que teria problemas com romances de época, mas tinha vontade de conhecer. Estou lendo Orgulho e Preconceito que foi indicação de inúmeras pessoas. Mas não é para mim sabe? Vai contra tudo, tudo o que eu acredito. Eu até entendo a questão histórica e cultural da época, mas não adianta.
    E mesmo quando colocam garotas fortes e tudo o mais, ainda assim, para mim, elas são frágeis e submissas. Mesmo que elas critiquem tudo aquilo, elas ainda não se sentem realmente livres.
    Como Lizzi, que foi pedir ajuda ao pai e tudo o mais. Eu dava um soco no cretino, se não queria casar com ele kkkk
    Assim, como essa personagem. Amei o quote que ela critica as coisas, mas ela também vai embora "deixando" o rapaz para não "manchar sua reputação"
    Pois é, eu seria queimada na fogueira se vivesse nesta época kkkkk (quase sou vivendo em 2015 kkk)
    Mas a sua resenha ficou uma graça e linda. E se eu não fosse tão rebelde, certamente iria querer conhecer. A capa do livro é linda não é? E esses mimos são divos <3
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih!
      Poxa, que pena que você não curte. Eu poderia ficar aqui falando horas de romances de época que não me cansaria rs.
      Olha, vou te dizer que a protagonista tem um bom motivo para deixar o rapaz no jardim. Ela não pensa muito nela, mas sim na reputação da sua irmã que não merece sofrer as consequências dos atos dela.
      Obrigada querida!! Fiz essa resenha com muito carinho ^^
      Beijos!

      Excluir
  15. Olá! Nossaaa que capa incrível! Adorei!
    É tão bom quanto gostamos de um personagem, parece que a leitura fica mais leve e o livro passa num piscar de olhos né! Ainda mais quando conseguimos aprender algo com a personagem!
    Parece ser um livro maravilhoso mesmo!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia!
      Essa capa é linda mesmo! ^^
      Concordo com você, quando gostamos do personagem a leitura flui e nos envolvemos ainda mais com a narrativa :)
      Beijos

      Excluir
  16. Oi, Bahzinha! ♥

    Ontem fui lá na Nobel para comprar Destinado (mas não tinha chegado ainda) aí vi A Promessa da Rosa lá, lindo e maravilhoso com a sua capa deslumbrante. Peguei ele na mão, abri, folheei...aí olhei o preço: 39,90. Olhei pra ele com o coração partido e coloquei no lugar! hahahahahaha
    Vou ver na internet!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami!!
      Espero que você já tenha conseguido comprar "A Promessa da Rosa". Tenho certeza que você vai amar ^^
      Beijos

      Excluir
  17. Heey!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, parece ser excelente, já quero lê-lo hahah.
    E que quotes maravilhosos, hein?!
    Abraços!!
    http://desbravando-o-infinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gui!
      Ahhh, que bom que você gostou. Espero que leia em breve ^^
      Beijos

      Excluir
  18. Oi Bah, tudo bom?
    Se tem um gênero literário que eu passo longe, são os romances de época. Assim como você, acho incrível o jeito como as mulheres eram (dificilmente vulgares, como é hoje em dia), delicadas e tudo o mais. Mas eu imagino que história ambientadas em séculos passados sejam cansativas, espero estar enganada.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca! Tudo bem :)
      Sério? Esse é meu gênero literário favorito <3
      Espero que você dê uma chance a esse gênero algum dia, a narrativa passa longe de ser cansativa *----*
      Beijos

      Excluir
  19. Olá, Bárbara! Só tenho a agradecer, pois nunca tinha ouvido falar desse livro e estava a procura de um como este. Estou cansada de personagens fracas, a mercê dos seus príncipes encantados. Aquela primeira citação já me encantou e agora EU PRECISO DESSE LIVRO. Foi para o topo da minha wishlist. Além do fato de o livro ser um romance de época e eu AMAR esse tipo de história.
    Beijos, Bruna
    (oultimo-livro.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!
      Que bom que você gostou da dica!! Nesse livro você vai encontrar um romance lindo e uma personagem forte e decidida. Espero que goste :)
      Beijos

      Excluir

© Versos e Notas - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.